Não há desvios, por mais tortuosos que sejam, que não possam ser caminho. Começo com tal frase porque a esta altura tem muito “Ser” em desespero e desesperando os outros. Isso tudo por conta daquelas malditas metas de fim de ano. As listas que caem nas águas do Estige, o rio que leva até Hades,Continue lendo

0
Compartilhe