,

Rumo a Nova Iorque, no 11/09

Há 14 anos, eu vivi umas das experiências mais marcantes da minha vida. Aquele fatídico 11 de setembro e os dias que se seguiram, vão ficar para sempre na minha memória e na daqueles que vivenciaram tão de perto aquela tragédia.

IMG_2448

A consequência imediata também foi marcante. Um senso de comunidade e união tomou conta não só dos moradores de Manhattan, como eu, mas da cidade, do estado e do país. O ideia de pertencer e de comungar sentimentos cresceu e se alastrou por mais de uma década.

Este ano, no mesmo dia em que lembramos a tragédia que abalou o mundo ocidental, eu embarco rumo à cidade que se mostrou resiliente, se reergueu e sempre me deu muitas alegrias.

 

A sensação que senti ao ter que conviver com o cheiro de morte é algo indescritível e creio que ficará para sempre dentro de mim. Mas de lá para cá muita coisa mudou e eu volto à Nova Iorque, três anos após ter partido, para celebrar a vid, para rever os amigos e para ver e relatar as muitas coisas bonitas e indulgentes que continuam acontecendo por lá.

Lembre-se que você pode seguir o blog também no InstagramFacebook, Twitter, Pinterest e ao vivo no Periscope (@apmacedo_br).

Compartilhe

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com