Propaganda de O Boticário gera polêmica nas redes sociais

Uma batalha virtual foi iniciada nos últimos dias. Grupos conservadores declararam guerra à ideia do compositor Lulu Santos de que “consideramos justa toda forma de amor.”

Desde a semana passada, a empresa de cosméticos O Boticário vem veiculando na TV e na internet uma propaganda dirigida ao Dia dos Namorados. De forma poética e delicada, o filminho apresenta casais hetero e homossexuais se abraçando e trocando presentes. Não há beijo, não há sexo ou nada explícito que ofenda a moral e os bons costumes da tradicional família brasileira.

Mesmo assim, o vídeo causou alvoroço e, desde o seu lançamento, já foi visto mais de 1,8 milhão de vezes no You Tube. Enquanto alguns grupos chegaram a pedir o boicote à marca, internautas reagiram convocando pelo Facebook um “Mutirão para dar like no vídeo do O Boticário”.

Aí começou a guerra dos likes e dislikes. Mais de 270 mil pessoas clicaram em curtir, enquanto quase 170 mil não curtiram. Na sessão de comentários, as opiniões também se dividem e muita gente sem argumentos chega às vias da grosseria. Há outros ainda que usam ensinamentos religiosos para justificar suas posições, tanto a favor quanto contra. Interessante…

Screen Shot 2015-06-03 at 10.30.47 AM

Screen Shot 2015-06-03 at 10.38.55 AM

O Diretor da Coordenadoria Especial da Diversidade Sexual (CEDS-RIO), Carlos Tufvesson também utilizou a internet para se manifestar:

Screen Shot 2015-06-03 at 10.50.55 AM

O Boticário se pronunciou sobre esse furor que o comercial causou e disse que incentiva “as mais diferentes formas de amor, independentemente de idade, raça, gênero ou orientação sexual.”

Ontem, o Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar) informou que abriu processo para julgar a propaganda depois de ter recebido queixas de que a peça publicitária ‘viola valores da família tradicional’. O julgamento deve acontecer em julho.

E você, o que achou da campanha?

Compartilhe

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com