Mexendo para não endurecer

Assim como muitos de vocês, eu também sinto dores incômodas na região da lombar, considerada o centro de energia do corpo. E quando o centro está forte, podemos fazer movimentos com mais consistência, como correr, torcer e pular, sem sofrer lesões.

O pior é que com a postura que muitos de nós passamos a adotar com a vida moderna, ou seja, sentados em frente ao computador por horas a fio, a coluna que não é muito forte, fica mais sofrida ainda.

Além da má postura, ainda tem os períodos de estresse, mal tão comum que chegou com a vida moderna. Nestes momentos ficamos tão retesados que não há descanso suficiente que alivie a tensão dos músculos. É porque o nosso corpo precisa se movimentar.

No meu caso, quando os dois fatores resolvem se juntar, fico aqui com os músculos duros e a flexibilidade de uma pedra.

Para quem não acha graça em malhar na academia ou não tem disposição para exercícios intensos que deixam o coração a ponto de sair pela boca, a yoga, o pilates e o RPG são opções excelentes. A prática das modalidades ajuda a deixar a região lombar flexível e os músculos abdominais mais fortes.

Além de trabalhar os movimentos através da respiração, a yoga ainda nos dá a possibilidade de acalmar a mente que, às vezes, parece nunca parar de pensar ou de se preocupar.

Algumas posturas, ou asanas, que eu gosto de fazer em casa para aliviar as dores e a tensão são bem simples e eficazes.

Majaryasana

Postura do Gato
De quatro com joelhos e mãos paralelas e o dorso dos pés no chão, respire fundo. Ao expirar arredonde as costas, projetando o umbigo para cima e a cabeça e o cóccix para baixo. Inspire fazendo o movimento oposto, direcionando o umbigo para baixo, a cabeça e o cóccix para cima. Repita os movimentos durante 10 respirações.

Talasana

Postura da Palmeira
Com os pés um pouco afastados, imagine um fio invisível puxando o topo da cabeça para cima. Inspire e suba as os braços estendidos para o alto. Se conseguir, fique na ponta dos pés. Mantenha a postura respirando por um tempo confortável. Quando não aguentar mais, inspire e ao expirar volte os calcanhares e os braços à posição inicial.

Ardha Matsyendrasana

Ardha-Matsyendrasana
Sentado com as pernas estendidas, flexione um joelho e passe o pé sobre a perna estendida. Abrace o joelho flexionado com o braço oposto e gire o corpo, mantendo o alinhamento da sua coluna. Mantenha a postura por 10 respirações. Estenda as duas pernas e repita para o outro lado.

Sethu Bandasana

Postura da meia ponte
Deite-se de costas, com joelhos flexionados e braços ao lado do corpo com as palmas das mãos para baixo. Inspire elevando o quadril e direcionando o umbigo para o teto. Mantenha-se na postura por um tempo confortável. Expire descendo à posição inicial. Repita o movimento junto com a respiração.


Pavamuktasana

Postura do caramujo
Deite de costas e relaxe. Inspire e ao expirar abrace as pernas flexionadas e eleve a cabeça em direção aos joelhos. Mantenha-se por um tempo confortável. Volte a cabeça, relaxe as pernas e os braços.

Rotação da coluna

Rotação da coluna
Deite-se de costas e abrace os joelhos. Depois, abra os braços em cruz até tocarem o chão. Vire os joelhos na direção da mão direita e a cabeça para o lado esquerdo. Permaneça na posição durante 5 a 10 respirações. Volte os joelhos em direção ao peito. Abra os braços em cruz e repita para o lado esquerdo.

 

Lembre-se que antes de iniciar qualquer rotina de exercícios é importante consultar o seu médico ou fisioterapeuta.

Ohm

Compartilhe

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com