Fendi faz desfile polêmico em Paris Na primeira coleção de alta costura da Fendi, Karl Lagerfeld ostentou e polemizou.

O estilista Karl Lagerfeld causou o maior rebuliço em Paris esta semana. É que ele resolveu celebrar seus 50 anos como diretor criativo da Fendi levando para a semana de alta costura de Paris um desfile polêmico com peles de animais. Aliás, muito antes de se tornar uma maison prêt-à-porter, a Fendi já comercializava peles em Roma, em 1952. Este sempre foi o carro chefe da marca italiana.

Antes do desfile, Lagerfeld Lagerfeld que é Designer Chefe e Diretor Criativo da Chanel, da Fendi e ainda tem sua própria casa de moda homônima, explicou à WWD sobre o uso criativo da pele:

Eu a vejo como um outro material: veludo ou pele, é a mesma coisa. É apenas outra técnica, uma outra coisa, assim como tweed é outra coisa.

Em protesto, ativistas da Fundação Brigitte Bardot fizeram uma manifestação em frente ao local da apresentação enquanto editoras de moda e VIPs chegavam lindos e cheirosos.

fendi-ativista com roupa ensanguentada
Ativista com roupa “ensanguentada”

 

fendi-ativistas detidos por polícia
O protesto durou pouco até a polícia chegar

Mesmo assim, a maior parte dos convidados que foi até o maravilhoso Théâtre des Champs-Elysées para ver o desfile da primeira coleção de alta costura da Fendi parece não ter dado muita atenção ao que acontecia do lado de fora. Entre um gole de champanhe e outro, todo mundo queria ver o que o estilista alemão de 81 anos tinha preparado. E pelas fotos da passarela e das convidadas, o resultado foi um desfile para um tipo distinto de mulher: a muito rica.

Fendi-Inverno 2016

Fendi-white2

Fendi-white_Getty Images

fendi-look white

Fendi-ostentação

Fendi-peles

Fendi-peles2

Fendi-looks photo Imaxtree

 

O porta-voz da Fundação Brigitte Bardot declarou que “Pele não é um luxo, é uma indústria de morte e sofrimento. Milhões de animais são enjaulados ou criados para abate, e depois mortos a gás ou eletrocutados. Estamos presentes aqui hoje para denunciar o horrores desta indústria e a indecência de Karl Lagerfeld, que cheio de admiração e amor por seu gato Choupette, mas não liga nem um pouco para os animais sacrificados – por vezes esfolados vivos – para a mais fútil e vulgar de todas as modas.”

Pergunta que não quer calar, você tem casaco de pele? Se não, compraria um se pudesse?

Fonte: Telegraph UK WWD Getty Images Imaxtree

Compartilhe

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com